Modelo – Elements of Website User Experience

PROBLEMA

Como podemos melhorar a experiência de utilização do utilizador de um website?

 

 

BASE

Jesse James Garrett é um webdesign e consultor que escreveu no seu livro “The Elements of User Experience” (2002), de uma forma de fácil leitura para técnicos e não técnicos, sobre o desenvolvimento de websites. Jesse Garrett é de opinião que os websites devem ser fáceis de utilizar e de forma intuitiva, facultando uma interação harmoniosa com o utilizador, preferencialmente seguindo o seu design.

 

 

COMO USAR O MODELO

O modelo identifica 5 planos interdependentes com diferentes níveis de abstração, que juntos definem a usabilidade de um website:

 

  1. Surface: O conjunto das páginas do website;
  2. Esqueleto: O posicionamento dos botões, tabulação, fotografias e blocos de texto;
  3. Estrutura: Definição de como o utilizador navega pelo website;
  4. Alcance: Os limites dos recursos que compõem a estrutura do website;
  5. Estratégia: Inclui os objetivos do proprietário do website e também dos seus utilizadores.

Página a página, as decisões a serem tomadas tornam-se mais específicas e envolvem níveis mais detalhados. Os insights ergonómicos estabelecidos são aplicados, incluindo:

  • “Lei Fitts”: Um modelo sobre movimento humano que prediz o tempo requerido para rapidamente mover algo para um dado alvo (por exemplo, um botão do computador), é a função da distância até ao alvo e o tamanho do alvo.
  • “Lei Hick”: Descreve o tempo que leva uma pessoa a tomar uma decisão como resultado de uma possibilidade de escolhas que tem (cria fadiga de tomada de múltiplas decisões).
  • “The long tail” (popularizado por Chris Anderson em “The Long Tail: Why the Future of Business is Selling Less of More” (2006): A ideia que os ”clicks” possuem uma vantagem competitiva sobre as lojas no mundo real.

 

  • “Teoria Gestalt”: Explica como a mente humana dá sentido aos elementos visuais.

 

RESULTADO

O processo de desenvolvimento da experiência do utilizador visa garantir que nenhum aspecto da experiência com um website acontece sem a sua intenção consciente e explícita. Isso significa ter em consideração todas as possibilidades de cada ação que o utilizador provavelmente realizará e compreender as suas expectativas em cada etapa do processo.