Bem vindos ao nosso blog!

O nosso objectivo é partilhar convosco o nosso conhecimento na vasta área do Marketing Digital, Inbound Marketing e Content Marketing, e interagir também através dos vossos comentários. Obrigado por estarem desse lado.

Marketing Jurídico: tradicional versus digital

Marketing Jurídico: tradicional versus digital

O Marketing Jurídico tem vindo a ganhar cada vez mais importância para as sociedades de advogados e para os advogados, em particular.

“Ao contrário de muitas outras áreas, na advocacia pode ganhar-se um caso em tribunal e ficar pouco satisfeito, como perder-se um processo e considerar que a defesa esteve bem. Conclusão? Todos os pormenores contam para agarrar um cliente, seja a forma de comunicar, seja a forma de actuar.” referiu Rosana Rumschisky, diretora de Marketing e Desenvolvimento de Negócio da Gómez-Acebo & Pombo Abogados,  no  Fórum Legal Management Network” com o apoio da Associação das Sociedades de Advogados de Portugal, que decorreu na Universidade Católica, em Lisboa.

Marketing Jurídico: tradicional vs digital

No marketing jurídico “tradicional” a comunicação geralmente é efectuada de forma unilateral, ou seja, a sociedade de advogados apenas fala com o cliente. Neste tipo de marketing também prevalece o uso dos meios offline (sem se recorrer ao uso da Internet) e o objectivo principal visa o reforço da marca, necessitando normalmente de um grande investimento financeiro.

Com o desenvolvimento e uso crescente da Internet nos últimos anos, a comunicação com os clientes passou a ser feita de forma bilateral, ou seja, ao ser tomada uma acção pela sociedade de advogados e, quase em tempo real, o cliente tem possibilidade de reagir.

Comparativamente com os restantes meios ditos tradicionais, as acções que podem ser levadas a cabo na Internet possuem custos reduzidos pelo que, até mesmo as sociedades de advogados com menos meios financeiros, podem investir em acções que lhes vão trazer grandes vantagens e permitir-lhes, inclusivamente, competir com as sociedades com maior renome, reputação e mais meios financeiros.

Chegado aqui deve estar a perguntar-se que abordagem deve adoptar para melhor comunicar com os seus clientes actuais e potenciais, e como reforçar a marca da sua sociedade de advogados. Pois bem, da nossa experiência, recomendamos as duas, ou seja, um mix do marketing tradicional com o digital.  Mas atenção que o tom de comunicação e a mensagem das campanhas deve ser a mesma em todos os canais, de forma a  veicular uma imagem consistente.

Para que os objectivos sejam alcançados é necessário um bom planeamento, tendo em conta as metas preconizadas, a definição das persona e respetivos canais  a serem usados para chegar às mesmas. Faça uma análise das possibilidades existentes, definas estratégias, e escolha as acções que entender mais adequadas aos seus objectivos.

Marketing Jurídico “Tradicional”

  • Patrocínios

A ideia de patrocínio é simples, assenta nos clientes associarem a marca da sociedade de advogados a um determinado valor. O importante é criar formas de ajudar os prospectos e os clientes. Devem patrocinar ou promover eventos que sejam directamente relacionados com a advocacia.

  • Eventos

Uma das melhores formas para angariar clientes, é a participação em eventos, pois o “cara a cara” ainda é a melhor forma de comunicação que existe.

  •  Palestras e Entrevistas

Outra forma interessante de dar visibilidade pública à sociedade de advogadas ou ao advogado, é aceitar convites para entrevistas e participação em palestras.

 

Marketing Jurídico Digital

  • Redes Sociais

Deverá ter uma presença assídua nas redes sociais, não apenas para fazer novos contactos, mas também para aprofundar a relação com os que já possui. Tenha em mente, que não deve ter uma postura comercial, mas sim informativa. Aproveite para  postar vídeos, artigos de matérias do seu interesse ou que estejam na ordem do dia, gerando assim mais “likes” e mais engajamento com a sua audiência.

Experimente o Hootsuite (existem mais ferramentas grátis que têm o mesmo propósito, é uma questão de procurar) que ajudam a agendar os conteúdos de uma forma mais eficaz, através da segmentação por público-alvo e acompanhamento das interações.

  • Produção de Conteúdo

A criação de conteúdos de carácter informativo é fundamental, uma vez que é uma das melhores formas de criação de autoridade sobre determinada matéria/assunto.

Uma das melhores ferramentas para partilhar conteúdos passa pela criação de um blog. Deve escrever post com assuntos de interesse à sua persona e não ao seu gosto pessoal. Também deve adequar a linguagem à persona, por exemplo, evitando tanto quanto possível uma linguagem densa com termos técnicos que levem a persona a abandonar o blog.

  • Search Engine Optimization (SEO)

Não sendo o SEO um canal de comunicação com a persona da sociedade de advogados, a sua utilização é fundamental para que as estratégias definidas tenham sucesso.

O SEO visa  proceder tanto à optimização do site, blog, como dos post e redes sociais. O seu objectivo passa por fazer com que atinjam uma posição de destaque nos motores de busca, especialmente, no Google.

 

Quer receber mais informação sobre Marketing Jurídico? Envie-nos um e-mail!

Eu concordo com o armazenamento dos meus dados de acordo com a Política de Privacidade (obrigatório)*
Redator Imarketing

Os comentários estão fechados.